Podcasts do Caixa

Dentre os inúmeros nomes da cena musical “Indie” presentes no lineup do Coachella, um dos maiores festivais do segmento no mundo, destaca-se o BLACKPINK, um grupo feminino de pop sul coreano (K-pop). Formado por Jennie, Lisa, Rosé e Jisoo, o BLACKPINK é certamente um dos grupos coreanos estética mais próxima da musicalidade pop ocidental, com uso mais intenso do rap e de letras em inglês nas suas músicas.
BLACKPINK - As If It Is Your Last
Fonte: YouTube/Reprodução

Desde seus primórdios os K-pop têm sido pensado como um produto cultural a ser exportado. Diferente do pop japonês, o K-pop foi capaz de agregar valores cosmopolitas que se aproximavam das outras nacionalidades asiáticas, em especial no Japão e na China, hoje os grandes mercados do pop coreano. Mas percebe-se um movimento recente em direção ao ocidente, a exemplo do boygroup BTS (Bangtam Boys) que se apresentaram no Billboard Music Awards (BBMA) e chegaram a discursar na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) ou o próprio BLACKPINK que colaborou na música Kiss and Make Up, da cantora britânica Dua Lipa.


Apresentação ao vivo de As If It Is Your Last, talvez uma das melhores do grupo

E talvez essa colaboração com Dua Lipa seja um dos links que conecta o BLACKPINK ao Coachella. O próximo passo do girlgroup em direção ao festival deve ser o lançamento de alguma faixa em inglês ou com maior predominância da língua.

Não é a primeira vez que o K-pop vai ao ocidente. Em 2012 tivemos o grande estouro de Gangnam Style, que rendeu ao intérprete da música, Psy, uma colaboração com Snoop Dogg. Uma das grandes produtoras coreanas, a JYP Entertainment, também fez seu movimento em direção aos EUA, com o girlgroup Wonder Girls, que chegaram a se apresentar no talk show da Wendy Williams e até mesmo gravar com Akon a música Like Money, que faz parte da trilha sonora do filme Tron: O Legado.

O show do BLACKPINK no Coachella pode até não ser um grande divisor de águas, mas, certamente gera debate e ajuda a tornar mais perceptível os passos do K-pop nos territórios ocidentais para além das fanbases online.
| Designed by Colorlib