Podcasts do Caixa

Preta Gil reinventou Pode se Remoer, que conseguiu soar mais natural que a própria versão original. (Foto: Youtube/Reprodução)
Na última sexta-feira (15), entrou no ar a terceira e última etapa do álbum Nada Ficou no Lugar, com novos nomes do cenário musical revisitando a carreira de Adriana Calcanhotto. Como já fizemos com as duas primeiras partes do projeto (links abaixo), visitamos hoje a etapa final. Essa parte, assim como as demais, teve seis músicas, foram elas, Pode se Remoer (Preta Gil), Seu Pensamento (Duda Beat), Esquadros (Jaloo), Já Reparô? (Letrux), Cantada (Depois de ter você) (Arthur Nogueira) e Inverno (Tais Alvarenga). Depois do lançamento, o projeto foi lançado, também, no formato de álbum.

Leia a crítica da Parte 1, que teve a participação de Johnny Hooker, OQuadro, Rubel e Mahmundi
Leia a crítica da Parte 2, que teve a participação de Baco, Alice Caymmi, ÀTTØØXXÁ e Mãeana

A primeira música da última parte do projeto é Pode se Remoer, na voz da carioca Preta Gil. A música, bastante secundária na carreira de Calcanhotto, perdeu o tom de vingança original e se tornou uma dançante música carnavalesca. Com traços de axé, música foi completamente reconstruída e o ar sarcástico foi substituído pela felicidade. A total reconstrução da canção pareceu totalmente natural, até mais que a própria versão original de Pode se Remoer. Pode-se dizer que é a única música de todo o projeto sem espaço para discussão sobre superar a versão de Calcanhotto.


A pernambucana Duda Beat deu nova vida a Seu Pensamento. O clássico de Adriana ganhou ares de technobrega que encaixaram perfeitamente com o forte sotaque de Duda e deram mais velocidade e animação a uma música originalmente mais lenta e pesada. A nova versão ganhou traços bastante personalistas e trocou o foco entre algumas frases da música, a ressignificando um pouco. Ao fim, a letra soa um pouco mais sexual que a original, mesmo se cantando a mesma coisa. Mais um grande acerto de Nada Ficou no Lugar.


A provável música mais famosa de Adriana Calcanhotto, Esquadros, foi revivida pelo paraense Jaloo. Em uma pegada muito mais pop e retilínea que nas originais (Adriana e Belchior), a nova versão rejuvenesce a música. A obra de Jaloo é, dentre todas do Nada Ficou no Lugar, uma das que mais mostra a personalidade do cantor. A música também tem uma evolução sutil, porém, interessante. As três melhores músicas dessa etapa, são essas três primeiras, que também estão entre as melhores de todo o projeto.


A quarta música da última etapa do álbum é Já Reparô?, na voz de Letícia Novaes, a Letrux. A carioca trouxe bem menos rock e pop que a alcunha de "nova Marina" dá a entender. O caráter pessoal de Letícia que ficou evidente na música foi seu lado experimental. De início, a música até pode causar estranhamento, mas logo evolui para o tom de vingança provocativa presente na letra de Já Reparô?. Letrux também foi, em todo o Nada Ficou no Lugar, a única cantora que se permitiu inserir uma brincadeira na letra da música que deu nova vida, ao colocar uma resposta da "sua nova namorada" tratada na canção.


Cantada, mais conhecida como Depois de ter você, foi interpretada por Arthur Nogueira. A canção, imortalizada na voz de Maria Bethânia, ganha um compasso mais cadenciado e eletrônico na versão do paraense. Apesar de dar ares mais jovens à música, a nova versão parece, por vezes desencaixada. A voz parece não estar acompanhando sempre o ritmo, que, por sua vez, não enaltece à letra. Isso tudo gera um resultado sutil, como se a música pudesse ser melhor aproveitada, mas sem gerar um produto ruim, ao final. Ainda assim, é a pior faixa da última etapa de Nada Ficou no Lugar.


No segundo EP, a carioca Tais Alvarenga deu nova vida a Inverno, um dos maiores sucessos da carreira de Adriana. A cantora fugiu um pouco ao seu próprio estilo, mas calmo e, sempre acompanhada por um piano, e trouxe uma versão mais moderna com diversos elementos eletrônicos. A música teve um bom encaixe entre os compassos, o canto e a letra, gerando um produto bastante diferente da versão original de Inverno, e obtendo um bom resultado.



Ao fim, a terceira parte do projeto se destaca como a melhor. Preta Gil, Duda Beat, Jaloo e Letrux têm apresentações de grande nível que se destacam entre as melhores de todo o projeto. Quanto ao Nada Ficou no Lugar como um todo, o projeto tem mais acertos que erros, e faz uma homenagem em altíssimo nível a Adriana Calcanhotto.

Confira abaixo uma playlist especial que preparamos com as versões originais das músicas do Nada Ficou no Lugar Parte 3.

| Designed by Colorlib